Enterrado sob placas grossas de gelo da encontra-se uma paisagem íngreme, lar de montanhas, vales, e, segundo descoberta recente de cientistas, um grande abismo na Antártida, um massivo desfiladeiro sub glacial mais profundo que o Grand Canyon.

Mistério no Gelo

Descoberto um Abismo na Antártida

Mistérios não só no Brasil, como falamos da Pedra da Gávea, nas no mundo vive surgindo fatos intrigantes. Um time de pesquisadores liderado por Neil Ross, da Universidade Newcastle, usou radar e imagens de satélite coletadas em colaboração com a missão IceBridge, da NASA, para mapear uma cadeia de montanhas antárticas pré-históricas conhecidas como Planaltos Subglaciais de Ellsworth. Foi com isso que eles descobriram um enorme abismo na Antártida medindo 2,8 km de profundidade, 299 km de extensão e, em alguns pontos, até 24 km de largura.

Descoberto Abismo na Antártida maior que o Grand Canyon

Em comparação, o Grand Canyon é mais alto e, em alguns pontos, mais largo que a recém-descoberta vala Antártica, vindo-o a pouco mais de 442 km de comprimento e até 29 km de largura; mas onde o abismo na Antártida vence é na profundidade, estendendo-se em algumas partes para quase o dobro da do Grand Ganyon.

Curiosamente, quando se trata de extensão vertical absoluta, nenhuma destas fendas geológicas podem competir com o Desfiladeiro Gandaki Kali do Nepal; em alguns pontos, ele está a 5,5 km mais baixo que o pico delimitador do Anapurna I, e é sem dúvida o mais profundo desfiladeiro na Terra.

Abismo na Antártida

Mais profundo que o Grand Canyon

Na última edição do Geological Society of America Bulletin, Ross e seus colegas elaboram a hipótese de que o canyon e o resto dos Planaltos Subglaciais de Ellsworth se formaram a cerca de 80 milhões de anos atrás, quando o continente Antártico se separou do que um dia foi uma porção de terra global unificada, e mais tarde foi coberto com camadas de geleira, escondendo o desfiladeiro sob elas.

“Para mim, isto serve para demonstrar o quão pouco ainda sabemos sobre a superfície do nosso próprio planeta,” afirmou Ross. “A descoberta e exploração de paisagens escondidas, e antes desconhecidas ainda é possível e é muito emocionante, até mesmo atualmente.”

Equipe dedicada a trazer o melhor dos assuntos incrivelmente insólitos para os leitores. Equipe especializada em pesquisa e divulgação de informações que normalmente não é publicada nas mídias tradicionais.