Como divulgado primeiramente pela Live Science, Arqueólogos que trabalhavam perto do antigo povoado de Edfu, no sul do Egito, descobriram uma pirâmide de degraus que remonta a cerca de 4.600 anos, anterior à Grande Pirâmide de Gizé por pelo menos algumas décadas.

Pirâmide de 4.600 anos é descoberta no Egito

Diversos mistérios são desvendados na África, ou ainda estão obscuros como o Olho do Saara, como divulgamos recentemente, agora, uma Pirâmide de 4.600 anos, que tinha13 metros de altura, é uma das chamadas “sete pirâmides provinciais” construídas tanto pelo faraó Huni (2635-2610 aC) quanto pelo faraó Snefru (2610-2590 aC).

Com o tempo, blocos de pedra da pirâmide de degraus foram saqueados, e o monumento foi exposto às intempéries, por isso hoje tem apenas cerca de 5 metros de altura.

Pirâmide de 4.600 anos é descoberta no Egito

Espalhadas por todo o Egito central e sul, as pirâmides provinciais estão localizadas perto de grandes assentamentos, não têm câmaras internas e não eram destinados para o enterro de faraós. Seis das sete pirâmides têm dimensões quase idênticas, incluindo a recém-descoberta em Edfu, que tem cerca de 18,4 x 18,6 metros.

Mais Mistérios Descobertos

O propósito destas sete pirâmides é um mistério, embora acredita-se que elas podem ter sido usadas ​​como monumentos simbólicos dedicados ao culto.

A equipe também descobriu na Pirâmide de 4.600 anos, inscrições localizadas ao lado dos restos mortais de bebês e crianças que estavam enterradas ao pé da pirâmide.

Os pesquisadores acreditam que as inscrições e os enterros datam de muito tempo após a pirâmide ter sido construída, e que a estrutura não foi originalmente concebida como um local de sepultamento.

Os resultados da escavação foram apresentados pela Sociedade para o Estudo das Antiguidades Egípcias.

Equipe dedicada a trazer o melhor dos assuntos incrivelmente insólitos para os leitores. Equipe especializada em pesquisa e divulgação de informações que normalmente não é publicada nas mídias tradicionais.